Nem, As Raspadinhas e Suas Moedinhas

...
Escrito Por Serginho Clemente
....

INDICAÇÕES

Gênero (s): Comédia

Classificação Indicativa: 14 Anos

SINOPSE

Nem é um homem golpista e amante de jogos de azar, ele é viciado em raspadinhas e vive tentando sua "sorte" todos os dias. Volta e meia ganha alguma coisa em seus jogos, para isso ele conta com suas fieis e amadas moedinhas Pratinha, Serpentina e Champôla. E hoje Nem está muito inspirado e convicto que ganhará grandes prêmios com a ajuda de suas fiéis amigas. Um monólogo muito engraçado escrito pelo Ator e Dramaturgo Serginho Clemente que fará você morrer de rir.

PERSONAGEM

NEM


Licença Creative Commons
O trabalho Nem, as Raspadinhas e Suas Moedinhas de Serginho Clemente está licenciado com uma Licença Creative Commons - Atribuição-SemDerivações 4.0 Internacional.
Baseado no trabalho disponível em www.textosparateatro.com.br.
Podem estar disponíveis autorizações adicionais às concedidas no âmbito desta licença em www.textosparateatro.com.br.

Eles não usam Black-tie

...
Escrito Por Gianfrancesco Guarnieri
....

INDICAÇÕES

Gênero (s): Drama

Classificação Indicativa: 14 Anos

SINOPSE

Em São Paulo, em 1980, o jovem operário Tião e sua namorada Maria decidem casar-se ao saber que a moça está grávida. Ao mesmo tempo, eclode um movimento grevista que divide a categoria metalúrgica. Preocupado com o casamento e temendo perder o emprego, Tião fura a greve, entrando em conflito com o pai, Otávio, um velho militante sindical que passou três anos na cadeia durante o regime militar.

PERSONAGENS PRINCIPAIS

TIÃO

MARIA

ROMANA

OTÁVIO


Vestido de Noiva

...
Escrito Por Nelson Rodrigues
....

INDICAÇÕES

Gênero (s): Tragédia, Drama

Classificação Indicativa: 12 Anos

SINOPSE

Conta a história de Alaíde, uma moça que é atropelada por um automóvel e, enquanto é operada no hospital, ela relembra o conflito com a irmã (Lúcia), de quem tomou o namorado (Pedro), e imagina seu encontro com Madame Clessi, uma cafetina assassinada pelo namorado de dezessete anos.

PERSONAGENS

ALAÍDE 

LÚCIA 

PEDRO

MADAME CLESSI
(cocote de 1905)

MULHER DE VÉU

PRIMEIRO REPÓRTER
(Pimenta)

SEGUNDO REPÓRTER

TERCEIRO REPÓRTER

QUARTO REPÓRTER

HOMEM INATUAL

MULHER INATUAL

SEGUNDO HOMEM INATUAL

O LIMPADOR
(cara de Pedro)

HOMEM DE CAPA
(cara de Pedro)

NAMORADO E ASSASSINO DE CLESSI

LEITORA DO "DIÁRIO DA NOITE"

GASTÃO
(pai de Alaíde e de Lúcia)

D. LÍGIA
(mãe de Alaíde e de Lúcia)

D. LAURA
(sogra de Alaíde e de Lúcia)

PRIMEIRO MÉDICO

SEGUNDO MÉDICO

TERCEIRO MÉDICO

QUARTO MÉDICO

MULHER DA “PACIÊNCIA”

DANÇARINA
(lupanar)

TERCEIRA MULHER
(lupanar)

Quatro Pequenos Jornaleiros


Lampião e Maria Bonita Em Busca da Química do Amor

...
Escrito Por Bruno Ventura
....

INDICAÇÕES

Gênero (s): Romance, Comédia Dramática

Classificação Indicativa: 12 Anos

SINOPSE

A história se passa em dois ambientes, numa rodoviária e no cenário da Caatinga. Maria Bonita e Lampião estão passando por uma crise amorosa, daí o enredo da peça acaba sendo uma “lavagem de roupa suja” entre o casal mais conhecido da história do nordeste. Eles relembram momentos alegres e situações que já passaram na vida. No decorrer da história eles serão cobaias de um velho cientista, Mago da Ciência, este irá fazer com que o casal experimente substâncias químicas do amor, são elas, norepinefrina, feniletilamina, dopamina entre outras. Mas Lampião perceberá que precisa ir atrás de outras substâncias para que o amor entre ele e sua amada seja eterno. Para isto terá que ir atrás de outro cientista, Mago Ventura, que o dará a ocitocina e vasopressina, responsáveis pelo amor duradouro.

PERSONAGENS

LAMPIÃO
(Marido de Maria Bonita e é um cangaceiro, bastante interessado na vida do cangaço, mas esquece de dar atenção à mulher, que pretende o abandonar e sair do cangaço. Ele passará a história tentando reconquistá-la, para isto fará de tudo para achar no meio do sertão a fórmula do amor eterno e assim passar o resto de sua vida ao lado de sua amada.)

MARIA BONITA
(Mulher de Lampião, que está cansada da vida de cangaço e quer sair desta vida e tentar seguir uma profissão na cidade grande, no entanto, ela ainda se sente presa a ele. Está decidida a viajar de volta para sua cidade Paulo Afonso (BA) e deixar o cangaço e Lampião para trás.)

MAGO DA CIÊNCIA
(É um cientista excêntrico, mora no sertão do nordeste, isolou-se da cidade grande por que todos pensavam que ele estava ficando louco, isto por que dizia ter achado a fórmula do amor. Encontrará o casal Lampião e Maria Bonita e fará deles cobaia para suas fórmulas do amor. Ele irá descrever as causas no ser humano das substâncias químicas do amor.)

MOSSORÓ
(Personagem que representa a cidade de Mossoró (RN), ele irá escorraçar Lampião, impedindo-o seu plano de invadir sua cidade.)

MAGO VENTURA
(É outro cientista excêntrico, este possui as duas substâncias químicas responsáveis pelo amor eterno, são elas a oxitocina e vasopressina. Por isso, será procurado por Lampião, pois com as substâncias o cangaceiro acredita que reconquistará de vez sua amada Maria Bonita.)


O Drama de Tonhão

...
Escrito Por Josué Tavares de Menezes
....

INDICAÇÕES

Gênero (s): Teatro Evangélico

Classificação Indicativa: 14 Anos

SINOPSE

O jovem Tonhão está envolvido com drogas, juntamente com seus amigos: JF e Negão Poeta. Seu sonho é tomar o lugar do “Cara”, o chefão do tráfico. Faz “amizade” forçadamente com Adélia e Fabíola, esta última assaltada pela sua gangue. Seu estilo é dramático, como o final de todos os que entram por esse caminho no Brasil.

PERSONAGENS

TONHÃO

FABÍOLA

JF

NEGÃO

XICA

ADÉLIA

CARA


A Ilha da Perdição

...
Escrito Por Marcelo e Denise Braga
....

INDICAÇÕES

Gênero (s): Teatro Evangélico

Classificação Indicativa: 12 Anos

SINOPSE

Por uma atitude de um casal no passado, uma parte do continente se desprende e se afasta do litoral, se tornando uma ilha, e passando a se chamar a ilha do dragão.

Anos e anos depois, vieram a tona rumores de que a ilha irá afundar, desaparecer, e as reações dos personagens são as mais variadas.

Uns não creem na possibilidade, outros buscam escapar da ilha pelos seus próprios meios, e outros ainda querem tomar proveito da situação. E qual será o final dessa surpreendente história?

PERSONAGENS

HOMEM NÁUFRAGO
(Representando Adão)

MULHER NÁUFRAGA
(Representando Eva)

ARTISTA
(Menestrel)

DUNDUM
(Representa alguém que quer se libertar)

ARAUÊ
(Representa alguém que quer só aproveitar a vida)

PAIZIM DO DRAGÃO
(Pai de santo)

ZULUM
(Católico Apostólico Romano)

SARUMBIRUMBÁ
(representa a mídia e também o espírita)

JAMAL KHAN
(Representa o poder governamental)

MAIMORÃ
(Representa o missionário)


Últimas Horas

...
Escrito Por Jonatas Castro & Kéren Hapuque
....

INDICAÇÕES

Gênero (s): Teatro Evangélico

Classificação Indicativa: Livre

SINOPSE

A peça relata a vida de muitas pessoas que se dizem cristãs dentro da igreja, mas na verdade perdem seu tempo vivendo heresias. O arrebatamento é algo que todos já sabiam, só não sabiam quando...

Antes do início do culto alguns dobram os joelhos pra orar, uma demonstra-se irritada, outra tira selfies, outras comentam as roupas...

O culto começa, alguns louvam a Deus, outros se distraem...

Segue-se arrebatamento e desespero...

PERSONAGENS

FERNANDO

GABRIELA

MONIQUE

ESTER

PASTOR

ZEIVA

RAFAELA

GEOVANE

ÍCARO

ELANE

ALINE

MATEUS

RYAN

HILMARA

CRIANÇA

TIAGO

CAMILA

PAULA

WINNIE

FERNANDA


A Ponte

...
Escrito Por Silvio K. Nakano
....

INDICAÇÕES

Gênero (s): Teatro Evangélico

Classificação Indicativa: 14 Anos

SINOPSE

Diálogo entre um suicida e um cristão que estavam diante de um rio para, respectivamente, se atirar com uma pedra amarrada ao tornozelo e pescar tilápias.

Trata-se de uma admoestação contra a opção pelo suicídio como solução e/ou fuga dos problemas, num paralelo contemporâneo com a exortação de Paulo ao carcereiro que queria por fim à sua vida por se deparar com um problema aparentemente insolúvel (At 16:27-28).

A peça mostra que há uma alternativa sensata para estes problemas quando damos as nossas cargas para que Jesus as leve.

PERSONAGENS

PEDRO

DOUGLAS


Salvo Por Um Milagre

....
Escrito Por Ítalo Carlos R. Gomes
....

INDICAÇÕES

Gênero (s): Teatro Evangélico

Classificação Indicativa: 14 anos

SINOPSE

Marcelo narra sua história que foi surpreendido a um homem com uma pistola na mão em um baile funk do Rio de Janeiro, com ameaças de matá-lo friamente. Marcelo relembra de todo acontecido explicando como foi chegar a tal nível de perigo.

PERSONAGENS

MARCELO

AMANDA

IGOR

FABIANA

JÚNIOR

MANUELA

GABRIELA

NAMORADO DE MANUELA

POLICIAS DISFARÇADOS

JOVENS DANÇANDO


Pluft, O Fantasminha

....
Escrito Por Maria Clara Machado
....

INDICAÇÕES

Gênero (s): Infantil

Classificação Indicativa: Livre

SINOPSE

Pluft, o Fantasminha é uma peça teatral infantil escrita pela dramaturga brasileira Maria Clara Machado em 1955. Conta a história do rapto de uma menina (Maribel) pelo malvado pirata Perna-de-Pau. Escondida no sótão de uma velha casa, ela conhece uma família de fantasmas e faz amizade com Pluft, um fantasminha que tem medo de gente.

PLUFT
(O fantasminha)

MARIBEL
(Neta do Capitão Bonança)

MÃE
(Fantasma)

TIO GERÚNDIO
(Marinheiro Fantasma)

XISTO
(Primo Fantasma)

PRIMA BOLHA
(Agente da Polícia Secretíssima Fantasma)

JULIÃO
(Marinheiro)

JOÃO
(Marinheiro)

SEBASTIÃO
(Marinheiro)

PERNA DE PAU
(Marinheiro Pirata)

CAPITÃO BONANÇA
(Capitão)

NAFTALINA VAPOROSA
(Esposa do Tio Gerúndio)


Rasga Coração

....
Escrito Por Oduvaldo Vianna Filho
....

INDICAÇÕES

Gênero (s): Drama, Musical

Classificação Indicativa: 12 anos

SINOPSE

"Rasga Coração" põe em cena uma retrospectiva da vida política e dos rumos do Brasil desde a revolução de 30, do nascimento do movimento comunista brasileiro e do integralismo, até o início da década de 70.

Tendo como personagem central Manguary Pistolão, homem de meia-idade, funcionário público por profissão e comunista militante por ideologia, "Rasga Coração" mostra Manguary em confronto com as ideias e caminhos de seu filho, ao mesmo tempo em que mergulha nas lembranças de sua própria juventude e nos conflitos com seu pai, nos remetendo aos anos 30 e 40, com músicas e referências à Era Vargas. Utilizando planos da memória, traça um paralelo de três gerações - avô, pai e filho – mostrando sempre situações de luta do indivíduo para impor-se diante do autoritarismo, até um final emocionante.

PERSONAGENS

MANGUARY PISTOLÃO

NENA

CASTRO COTT

LORDE BUNDINHA

666

CAMARGO VELHO

LUCA

CAMARGO MOÇO

MILENA

SOLDADOS

INTEGRALISTAS

ESTUDANTES

POVO


Há Vagas Para Moças de Fino Trato

....
Escrito Por Alcione Araújo
....

INDICAÇÕES

Gênero (s): Comédia Dramática

Classificação Indicativa: 12 anos

SINOPSE

O espetáculo apresenta o universo de três mulheres de personalidades diferentes – e idades diferentes - vivendo juntas em um apartamento de classe média de uma grande cidade. Em foco estão suas angústias, alegrias, medos, preconceitos, amores e, acima de tudo, as dificuldades do ser humano em se relacionar com o próximo; esse, o ponto central do espetáculo. Há Vagas Para Moças de Fino Trato retrata a mulher que busca a independência, paga um alto preço por ela, quando tem que aprender a lidar com a solidão. A montagem procura compartilhar com o espectador o drama vivido por cada personagem.

PERSONAGENS

GERTRUDES

MADALENA

LÚCIA


A Moratória


....
Escrito Por Jorge Andrade
....

INDICAÇÕES

Gênero (s): Drama

Classificação Indicativa: -

LOCAL DA HISTÓRIA

Interior de São Paulo – Brasil

ÉPOCA

1929 à 1933

SINOPSE

O texto teatral A Moratória, de Jorge Andrade, aborda a ruína de uma família proprietária de cafezais no interior do estado de São Paulo, em decorrência da crise financeira e da produção cafeeira, por volta dos anos de trânsito da década de 1920 para a 1930. Escrita em 1954, encenada pela primeira vez no ano seguinte, a peça emerge como um dos “fantasmas” da infância do autor.

A obra constitui um ato de reflexão sobre a realidade paulista em seus aspectos sociais, morais e psicológicos. O tema da decadência dos latifúndios cafeeiro representa o fim de toda uma classe patriarcal e semifeudal de aristocratas sucumbidos à crise econômica de 1929 e a nova ordem social imposta por Vargas em 1930. Ao mesmo tempo, focaliza em seu interior o conflito de gerações, o conflito de valores tradicionais em uma sociedade que vive a rápida mudança provocada pelo êxodo rural, pelo dilatamento das cidades e pelas mudanças das elites.

Centralizando o conflito está o velho Quim, um coronel à antiga, que vê os filhos e a mulher minguarem, saudosos dos velhos tempos e sem perspectivas de futuro. Ambientada em dois momentos - os anos de 1929 e 1932, antes e depois do desastre econômico, a estrutura dramatúrgica intercala cenas na casa da fazenda e cenas na pequena casa da cidade, onde a família passa a viver dos modestos ganhos dos filhos, especialmente de Lucília, que se torna costureira. Esse recurso permite ao autor apresentar o verso e o reverso das situações, justificando comportamentos e projetando expectativas. A alternância entre os dois momentos, mostrados simultaneamente, constitui-se no trunfo maior da arquitetura cênica de A Moratória.

PERSONAGENS

JOAQUIM

HELENA

LUCÍLIA

MARCELO

OLÍMPIO

ELVIRA


Zona Norte, Zona Sul

....
Escrito Por Luis Fernando Verissimo
....

INDICAÇÕES

Gênero (s): Comédia
Classificação Indicativa: Livre

LOCAL DA HISTÓRIA

Rio de Janeiro/RJ – Brasil

SINOPSE

Em uma crônica bastante famosa, “Zona Norte, Zona Sul”, o escritor Luis Fernando Verissimo conta a estória de Vânia, que, para viver uma bem-humorada aventura amorosa, vai do Grajaú a Copacabana, ou seja, da Zona Norte à Zona Sul. Na sua aventura, passa por locais comuns, como a área de serviço. Ela também vive situações inesperadas, como aparecer na TV ou ser comparada a uma celebridade como Dina Sfat.

PERSONAGENS

VÂNIA 

ROGÉRIO 

GATÃO 

ANTÓNIO


2 Perdidos Numa Noite Suja

....
Escrito Por Plínio Marcos
....

INDICAÇÕES

Gênero (s): Drama
Classificação Indicativa: 18 anos

SINOPSE

Paco e Tonho dividem um quarto numa hospedaria barata e durante o dia trabalham de carregadores no mercado. Todas as cenas se passam no quarto durante as noites. As personagens discutem sobre suas vidas, trabalho e perspectivas, mantendo uma relação conflituosa. O tema da marginalidade permeia todo o texto. Tonho se lamenta constantemente por não possuir um par de sapatos decente, fato ao qual atribui sua condição de pobreza. Ele inveja Paco que possui um bom par de sapatos e este, por sua vez, vive a provocar Tonho chamando-o de homossexual ao mesmo tempo que o considera como um parceiro. Paco, que já havia trabalhado como flautista, certa noite teve sua flauta roubada quando estava muito embriagado, entorpecido. No final, na tentativa de melhorar suas vidas, ambos são compelidos à realização de um ato que modificará radicalmente suas vidas.

PERSONAGENS

PACO

TONHO